terça-feira, 29 de março de 2011

O ladrão dos vegetais

Chovia muito,os alunos ficaram apavorados quando as luzes se apagaram e ouviu-se aquele barulho.Parecia um bater de asas passando como um vulto nos corredores.Após 10 minutos a energia foi restabelecida,e notou-se que as folhas de alface que estavam sem tempero tinham sumido.No momento isso não causou balbúrdia,as cozinheiras pensaram que tinham se enganado.

No dia seguinte,a chuva continuou forte,e a energia se foi novamente.Mais uma vez sentiu-se o ar se deslocando rapidamente,como alguma coisa voando,e de novo as alfaces que estavam sem tempero sumiram.

A escola inteira achou isso uma brincadeira muito sem graça,quem teria medo de um ladrão de alfaces?

No terceiro dia tudo se repetiu.Os alunos brincavam dizendo que lá vinha o "ladrão vegetal".

As merendeiras da escola decidiram colocar tomates em cima da mesa,ao invés de alface,porém,o "ladrão" não se importou,e pegou o tomate para si.

A curiosidade pairava no ar,até que a inspetora surgiu na sala da diretora contando que havia descoberto tudo.Ao entrar no depósito da escola,ela viu uma trilha de alface e tomate,o que ela deduziu ser os restos do aluno brincalhão;mas ao olhar para cima,qual não foi sua surpresa ao ver um morcego dependurado na janela,dormindo.
__________________________________________________________________________________

Esse foi um conto que eu fiz para uma avaliação de português.A parte em negrito foi a introdução prévia que a professora deu.Não é nada genial,só queria compartilhar :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário! Volte sempre :)