quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Arrependimentos de intercâmbio

Dezembro passado eu estive em Valência, cidade ao leste da Espanha. Depois de 3 anos estudando espanhol aqui no Brasil, decidi que meu destino seria a terra da (deliciosa) tortilla de patatas. Foi um mês maravilhoso, onde eu pude fazer o que vocês já sabem de intercâmbio: melhorar o idioma, conhecer pessoas daquele país e do mundo, e inserir-me em outra cultura. Tudo de bom, sim. Porém, como nada é redondamente perfeito, você sempre volta achando que poderia ter aproveitado mais.





Aqui estão meus cinco arrependimentos:


  • Não ter comprado mais livros: Tudo bem que lá livro é mais caro que aqui, mas quem procura acha. A minha mãe espanhola até me indicou um lugar que tinha livros baratinho, e eu nem fui checar. Também, não sei como eu poderia enfiar mais coisa na minha mala... O único que eu comprei foi La Huésped (A Hospedeira, que tem uma pequena resenha aqui no blog), ou seja, nem literatura hispana foi.
  • Não ter tirado fotos da minha turma: Eu não fiz nenhuma amizade forte lá, e uma das razões era que sempre estavam chegando mais alunos enquanto outros saíam, seja para seus países ou para outros níveis. Mas isso não impede eu tirar alguma foto, porque de uma forma ou de outra eles fizeram parte da minha vida. Mas quem disse que a falta de intimidade e minha timidez deixaram?
  • Não ter tirado mais fotos com minha família: Eu só tirei UMA, um dia antes de viajar. Eu saí com minha mãe espanhola três vezes e em nenhuma eu registrei o momento. Ai, ai, Natalia...
  • Não ter invadido a faculdade de Tradução: A hora da comédia. Mas é verdade, eu queria ter ativado minha cara de pau e perguntado se eu poderia assistir a uma das aulas, ou pelo menos conhecer o prédio. Eu fiquei só no hall de entrada...A minha desculpa é que na ocasião eu estava com pressa para ir a outro lugar, mas a vontade ficou...
  • E o último arrependimento é eu ter esquecido qual é o último arrependimento. Mas quer saber? Melhor assim. Isso quer dizer que a viagem valeu muito a pena, então qual o propósito de ficar quebrando a cabeça lembrando do que não aconteceu em vez de focar nas coisas maravilhosas que aconteceram?



Espero que meus arrependimentos sirvam de lição para vocês, não só para futuro intercâmbios, mas outras viagens também.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário! Volte sempre :)