terça-feira, 3 de setembro de 2013

Especial Independência do Brasil

Como não tenho certeza se dia 7 estarei em casa para postar isso, decidi adiantar minha homenagem aos 191 anos de independência do nosso Brasil. Para tanto, eu vou usar uma revistinha que meu pai ganhou numa oficina, da Fundação Educar DPaschoal, feita pela Patrícia Engel Seco. Ela explica estrofe a estrofe o nosso Hino, cuja letra é de Joaquim Osório Duque Estrada, e a música, de Francisco Manuel da Silva. A linguagem é bem simples, pois o público alvo são as crianças. Entretanto, é muito interessante mesmo para os mais crescidinhos.

Coloque o hino para tocar e leia sua interpretação:



(Estrofe 1)
Nosso Hino começa fazendo-nos lembrar de quando dom Pedro I declarou, com um famoso grito, a independência do Brasil, no dia 7 de setembro de 1822, às margens do riacho Ipiranga, em São Paulo.

(Estrofe 2)
Esta parte conta que, mesmo depois de declarada nossa independência, tropas portuguesas ainda tentaram fazer com que fosse restabelecido o antigo regime colonial. Mas as forças brasileiras derrotaram as portuguesas com braço forte.

(Refrão 1)
Ó Pátria amada, adorada, Viva! Viva!

(Estrofe 3)
Nossa Pátria deve ser amada e idolatrada por todos os brasileiros. O Cruzeiro do Sul é uma constelação maravilhosa, um conjunto de estrelas em forma de cruz, que pode ser visto no hemisfério Sul. Isso é um motivo de orgulho para os brasileiros, que podem avistá-lo de quase todo nosso território.

(Estrofe 4)
O Brasil é belo, é forte, repleto de riquezas naturais, e o nosso povo é maravilhoso. Então, o futuro grandioso de nossa Pátria foi aí comparado ao tamanho do seu território.

(Refrão 2)
Brasil, ó Pátria amada, entre outras mil terras somente tu és nossa terra adorada! Entre outros muitos países, somente tu és nosso país!

Brasil, nossa Pátria amada, é a mãe gentil dos filhos deste solo, de todos os brasileiros.

(Estrofe 5)
Nossas matas, florestas e animais são maravilhosos, assim como nossas praias e mares. Por isso, o nosso país é considerado uma joia brilhante e preciosa.

(Estrofe 6)
O Hino, aqui, fala novamente das riquezas naturais do Brasil e de toda vida protegida em seu território.

(Refrão 1)
Ó Pátria amada, adorada, Viva! Viva!

(Estrofe 7)
Brasil, sua bandeira estrelada é símbolo de amor eterno, e suas cores verde e amarelo significam paz no futuro e glória no passado.



(Estrofe 8)
Mas, se o uso da força for necessário para que se faça justiça, Brasil, tu verás que os teus filhos, que te adoram, não fugirão da luta, não temendo nem mesmo a própria morte.

Clava é uma espécie de arma antiga, como um bastão daqueles usados pelos homens das cavernas!

(Refrão 2)
Brasileiros, como nós, que nos orgulhamos tanto de nossa Pátria, podemos expressar todo esse orgulho cantando nosso Hino, bem alto, bem forte, retumbantemente!

Agora só falta a última dica. Para não confundir a quarta estrofe da primeira parte com a quarta estrofe da segunda parte, lembre-se sempre da frase: UM SONHO DE AMOR. Na primeira parte, a quarta estrofe começa assim: Brasil, um sonho intenso, um raio vívido... Na segunda parte, o primeiro verso da quarta estrofe diz: Brasil, de amor eterno seja símbolo... Viu? Um sonho vem antes, na primeira parte, e de amor, depois, na segunda parte! Não dá para errar!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário! Volte sempre :)